Bruxismo - Saiba como Identificar

“Bruxismo” Saiba identificar os sinais

O que causa o bruxismo?

Você provavelmente já ouviu falar em bruxismo, uma doença que consiste no mau hábito de apertar ou ranger os dentes, muitas vezes de forma inconsciente enquanto dorme. Apesar desse problema afetar diretamente a qualidade da saúde bucal e a articulação temporomandibular, ele está relacionado a fatores neurológicos como estresse e ansiedade, e é considerado um transtorno de atividade muscular com origem no Sistema Nervoso Central.

Existe algum risco para a saúde bucal?

Por se tratar de um distúrbio que afeta quase metade da população, muitas pessoas acreditam ser apenas um hábito inofensivo, mas não é bem assim.

Em casos mais simples o paciente pode sofrer com o desgaste dos dentes, dores musculares e dores de cabeça devido a tensão gerada nessas regiões, porém, quando não tratado de forma adequada, o bruxismo pode ser considerado um fator de risco para o desenvolvimento de problemas ainda mais graves como, a disfunção de ATM e até mesmo fratura dental. Todas essas alterações podem comprometer seriamente a saúde bucal.

Atenção aos sintomas!

O bruxismo pode se apresentar em níveis e sintomas diferentes, portanto, é muito importante estar atento aos sintomas abaixo:

  • Rangimento ou mordida involuntária dos dentes
  • Desgaste e sensibilidade nos dentes
  • Dor de cabeça
  • Dor ou fadiga na mandíbula e região maxilar
  • Dor ou cansaço na região facial
  • Retração gengival
  • Dor ou zumbido no ouvido
  • Dor ou tensão no pescoço
  • Alteração na qualidade do sono
  • Sinais de fratura ou amolecimento dos dentes

Mas então, como solucionar o bruxismo?

Como citamos anteriormente, o bruxismo tem origem no Sistema Nervoso Central e normalmente é desencadeado por alterações neurológicas como é o caso da ansiedade e estresse elevado. Esse é um transtorno que ainda não tem cura, porém, o paciente deve iniciar o quanto antes um tratamento com acompanhamento profissional interdisciplinar, que normalmente irá envolver a atuação de psicólogo, fisioterapeuta e dentista, tratando a origem do problema e recuperando o equilíbrio da saúde bucal.

Como o dentista pode ajudar?

Já que estamos falando de um transtorno que afeta diretamente a saúde bucal, a atuação do dentista é indispensável para tratar as partes danificadas e amenizar ao máximo qualquer nova alteração. O tratamento envolve desde a restauração de dentes fraturados e retração gengival, à confecção de placa para os dentes, um dispositivo interoclusal essencial para o dia a dia de toda pessoa que sofre com bruxismo.

Esses dispositivos interoclusais que são popularmente conhecidos como “plaquinhas”, devem ser confeccionados em material acrílico de acordo com o formato da arcada de cada paciente, além de ser muito bem ajustado, com critérios oclusais fundamentais, caso contrário, o que deveria ser uma solução pode se tornar um problema ainda maior.

Todo tratamento deve ser realizado com acompanhamento profissional. Converse com o seu dentista para que juntos possam encontrar a melhor solução para o seu caso.

Com o IDO o seu sorriso tem mais felicidade.